Em 2011 Tonho Crocco lançou seu primeiro álbum, em CD e Vinil, ""O Lado Brilhante da Lua"", gravado e mixado no Estúdio Mu Bemol em Porto Alegre por Gilberto Ribeiro, masterizado por Júlio Porto (guitarrista da Ultramen) no Abbey Road Studio/London e produzido por MoMo King.

Assistir ao vídeo
Escutar single

TONHO CROCCO

 

Em 1991, através de um anúncio de rádio, ele assume os vocais da Ultramen, banda que em 17 anos produziu 5 discos: ‘’ULTRAMEN’’ 1998 (Rock it! Records), ‘’OLELÊ’’ 2000 (Rock it! Records), ‘’O INCRÍVEL CASO DA MÚSICA QUE ENCOLHEU E OUTRAS HISTÓRIAS’’ 2002 (Sum Records), ‘’MTV Acústico Bandas Gaúchas’’ 2005 (Sony Music) e ‘’CAPA PRETA’’ 2006 (Antídoto/Acit Records). Paralelo a isso, como se não bastasse capitanear uma das bandas brasileiras mais importantes e criativas de todos os tempos, Tonho gravou um disco como vocalista do De Falla ‘’TOP HITS’’ de 1996(Cogumelo Records), pegou a estrada fazendo quase 500 shows com a Black Master (1993-1997), foi um dos fundadores da banda Casa da Sogra (pioneira no resgate do samba rock gaúcho em 2001), criou a big band Tonho Crocco e Brazilian Sound Machine (2005), participou de coletâneas, CDs e DVDs de artistas como Nando Reis, Papas da Língua, Nitro Di, Da Guedes, Bataclã FC entre outras inúmeras atividades.

Tonho compôs vários hits da Ultramen (Dívida, Peleia, Santo Forte...) e a parada da banda por tempo indeterminado não tirou sua capacidade vital de trabalhar com música. Cinco dias depois do último show da Ultramen, partiu para uma temporada de seis meses em Nova York

No dia 27 de junho de 2008 fez seu primeiro show no bairro Tribeca em Manhattan no MI-5 Bar, tocando suas composições e clássicos do samba e da bossa nova com músicos de todo mundo residentes em NY (americanos, cubanos, porto-riquenhos e brasileiros).

Depois vieram shows no Zinc Bar com Cidinho Teixeira (pianista gaúcho radicado em NY que já gravou com Tim Maia), nos clubs Drom, Rose, Nublu e Rustik Tavern ao lado de artistas como Johnny Voltik and the Blackbirds, Mobius Collective, a funkeira capixaba Zuzuca Poderosa e os DJs Cassiano e Sujinho. Também foi DJ residente de "brazilian music" no bar e restaurante Miss Favela todas as terças-feiras de julho, agosto e setembro.

Em 2009, Tonho lançou seu primeiro registro solo, o EP Teto Solar. São cinco músicas inéditas gravadas no estúdio ZL Music (Manhattan) com produção do londrino Simon Katz (produtor/guitarrista Gorillaz e Jamiroquai) e do brasileiro Zé Luís Oliveira: carioca radicado em NY há 18 anos, bisneto do escritor gaúcho ÁLVARO MOREYRA (BLITZ, RITCHIE, CAETANO VELOSO, BEBEL GILBERTO, LUÍS MELODIA, BANDA VITORIA RÉGIA, BANDA BLACK RIO).

Em 2010, Tonho parte para a sua primeira tour européia.         Fugindo do frio gaúcho, Tonho aproveitou o verão no hemisfério norte para divulgar o EP ""Teto Solar"", masterizar seu novo disco em Abbey Road e filmar um videoclipe em Barcelona.
         Em Londres se apresentou no Favela Chic, junto com o gaúcho Adriano Trindade e o multi instrumentista Ulisses Bezerra (filho de Bezerra da Silva), no South Bank Centre, nos bares Barraco, Raízes (com canja do ex Ultramen Luciano A.K.A. Peru), Spiritual (onde tocou três vezes) e no lendário Ronnie Scott"s Jazz Club junto com Fabio Allman, vocalista do Monobloco. Em uma noite memorável no Favela Chic Paris (até a rapper/atriz Queen Latifah estava na platéia) dividiu o palco com Adriano Trindade e Bertrand Doussain (fundador do Farofa Carioca).
         Depois de uma passagem ""alucinante"" em Amsterdam, Crocco finalizou a tour em Barcelona, ao lado do amigo, músico e luthier Ângelo Maestri, nos bares Picasso, Harlem e Mondo.
         A cereja do bolo foi a gravação de um videoclipe inédito dirigido pelo Catalão Joan Costa.
         Em 2011 Tonho Crocco lançou seu primeiro álbum, em CD e Vinil, ""O Lado Brilhante da Lua"", gravado e mixado no Estúdio Mu Bemol em Porto Alegre por Gilberto Ribeiro, masterizado por Júlio Porto (guitarrista da Ultramen) no Abbey Road Studio/London e produzido por MoMo King.

O disco já teve shows de pré lançamento no RS e foi lançado com ótima repercussão no RJ, SP e Porto Alegre. Vem sendo recibo muito bem no centro do país como comprovam as críticas das revistas Veja (1º/6/11) e Bravo (maio/11).

O Lado Brilhante da Lua
Nenhum resultado encontrado!

Clipe "Samba da Gamboa"

Clipe "O Lado Brilhante da Lua"